Para Cada Pessoa Há um Nome *

Para cada pessoa há um nome
outorgado sobre ela por Deus,
a ela dado pelos seus pais.

Para cada pessoa há um nome
concedido pela sua estatura
e pelo seu sorriso
e pela sua forma de vestir.

Para cada pessoa há um nome
vertido pelas montanhas
e pelas paredes que a circundam.

Para cada pessoa há um nome
dado pela roda da Sorte
ou por aquilo que os vizinhos lhe chamam.

Para cada pessoa há um nome
inscrito pelas suas falhas
ou pelos seus desejos.

Para cada pessoa há um nome
entregue pelos seus inimigos
ou pelo seu amor.

Para cada pessoa há um nome
derivado das suas celebrações
e da sua ocupação.

Para cada pessoa há um nome
apresentado pelas estações
e pela sua cegueira.

Para cada pessoa há um nome
que ela recebe dos mares
e que lhe é dado pela sua morte.

Zelda, poeta israelita falecida em 1984. Este poema, Para Cada Pessoa Há um Nome, tornou-se sinónimo da necessidade de recordar as vítimas do Holocausto e anualmente é recitado em cerimónias oficiais em Israel. Hoje, no 27º dia do mês hebraico de Nisan, comemora-se o Yom HaShoah, o Dia Memorial do Holocausto. Porque não se pode esquecer a História.


Gueto de Varsóvia, 1943
Uma das mais conhecidas imagens do Holocausto. Soldados nazis forçam os judeus a abandonar o gueto de Varsóvia, durante a revolta da resistência, em Abril e Maio de 1943.

Crianças judias no campo de concentração Auschwitz II (Birkenau)
Crianças judias no campo de concentração Auschwitz II (Birkenau), momentos após a libertação do campo por tropas soviéticas.

Crianças judias no campo de concentração Auschwitz II (Birkenau)
Prisioneiros no campo de concentração de Buchenwald, libertados pelo exército americano em Abril de 1945. O escritor e prémio Nobel Elie Wiesel aparece na foto – Wiesel é o último rosto completo visível, no segundo beliche a contar de baixo. Anos mais tarde Elie Wiesel escreveria: “Ficar em silêncio e indiferente é o maior pecado de todos”.

Crianças sobreviventes no campo de concentração Dachau
Sobreviventes no campo de concentração de Dachau celebram a chegada das tropas americanas.


O oficial das SS Eichelsdoerfer, comandante de Kaufering IV, é fotografado entre os corpos de prisioneiros mortos no seu campo de concentração.

A visitar:
Yom HaShoah Movie / Yad Vashem The Holocaust Martyrs’and Heroes’ Remembrance Authority / Survivors of the Shoah Visual History Foundation / Simon Wiesenthal Center / A Cybrary of the Holocaust, Remember.org / United States Holocaust Memorial Museum/ Ha Shoah / Holocaust (Shoah) Research Resources / The Optimists (The Story of the Rescue of the Bulgarian Jews from the Holocaust) / AMCHA - National Israeli Center for Psychosocial Support of Survivors of the Holocaust and the Second Generation / Anne Frank Center / Yad Layeled France / Center for Jewish History / Gedenkstätten für NS-Opfer in Deutschland (Memorial Museums for Victims of National Socialism in Germay) / The Mechelen Museum of Deportation and the Resistance / Shoah Project Titelseite / Testimonies: David M. Moore, 6th Armored Division

*Em hebraico, a palavra “nome” (shem) possui um simbolismo impar, por ser utilizada no discurso corrente e litúrgico como referência directa a Deus – HaShem, literalmente “O Nome”.

License

This work is published under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 2.5 License.



Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Bad Behavior has blocked 13443 access attempts in the last 7 days.